Arquivo para categoria Acabamentos

Pisos e revestimentos, como reformar sem causar entulho?

Pisos e revestimentos, como reformar sem causar entulho?

Os pisos e revestimentos são partes importantes de uma residência não somente pela estética que agregam ao ambiente, mas também pela qualidade e segurança oferecidas. Esses fatores são pontuais no momento de decidir a reforma e troca dessas peças. A instalação de um piso ou revestimento novo geralmente ocasiona grande trastorno e dor de cabeça, e ainda se a tarefa não for realizada por mão de obra qualificada e competente é possível ter algumas dores de cabeça. Para evitar um possível quebra quebra é indicado avaliar quais são as melhores opções para reformar com praticidade e qualidade.

A técnica de colocação do piso sobre piso é uma boa alternativa para realizar a reforma de modo eficaz, rápido e prático. Esse modo de assentamento não oferece barulheira, há grande economia quanto a instalação do piso novo, não proporciona sujeira em demasia, além de oferecer alta facilidade e praticidade. A instalação do revestimento ou piso novo é realizado com a aplicação de uma argamassa colante própria e requer a verificação das medidas. Para superfícies resinadas como  a ardósia é preciso retirar a camada de resina para que a argamassa tenha efeito sobre o piso antigo  e permita a instalação do piso novo.

É necessário ter atenção a alguns detalhes básicos que garantem o sucesso dessa reforma como a verificação de peças soltas, se houver algum caso no seu piso é preciso corrigir essa falha para que a nova peça ou revestimento não seja prejudicado posteriormente com a mesma falha. É necessário evitar a lavagem excessiva, pois poderá ocorrer descolamento das peças novas pela umidade em demasia. No caso de portas, soleiras e pontos de escoamento de água é necessário ajustar para o nível da nova camada. O mercado já disponibiliza peças adaptadas com espessura menor e acabamento final ultrafino de alta tecnologia, vale a pena conferir e escolher o tipo que melhor se enquadra a sua residência.

Fonte

Anúncios

Deixe um comentário

Pisos vinílicos: versáteis práticos e resistentes

QUARTO_FAMILY_PLW3352

Um dos temas que mais preocupam quem adquiriu, ou pretende fazer uma reforma no seu imóvel, é a escolha do piso. É bom lembrar que ambientes são diferentes e têm suas próprias características que devem ser respeitadas; portanto, nada de colocar o mesmo piso em todos os cômodos da casa. Foi-se o tempo em que o piso de madeira natural era a única opção. Fatores restritivos aliados à tecnologia avançada ampliaram bastante o leque de alternativas, tornando os pisos vinílicos uma das melhores opções do mercado.

Vantagens: pode ser aplicado por cima do antigo, têm alta durabilidade e resistência, além de versatilidade de desenhos e amplitude de estampas.

Se você concluiu que vai comprar piso residencial vinílico, outras questões precisam ser consideradas. A primeira, é o tamanho da sua família, que implica na intensidade do tráfego, quantidade de cômodos, bebês, crianças e adolescentes e idosos. A segunda, é o tipo e as particularidades da residência, casa ou apartamento, temperatura média, umidade, ventilação, emissão de ruídos e uma infinidade de outros quesitos. Finalmente, a utilização do ambiente:piso vinílico na cozinha não tem as mesmas características de piso vinílico dormitório, por exemplo. Felizmente, eles são tão versáteis, práticos e resistentes que você não terá dificuldades para encontrar o que precisa e, assim, comprar piso residencial com toda a tranquilidade.

Vejamos algumas sugestões úteis que poderão ajudá-lo na sua escolha. Se você mora em apartamento, sabe que silêncio é fundamental; portanto, piso com manta vinílica residencial e com absorção do som ao impacto é questão fechada. Já que estamos falando de coisas fundamentais, não esqueça nunca da saúde. Piso hipoalérgico é aquele com tratamento antiácaro, antialérgico e fungicida. Os de composição 100% sintética são os melhores, prefira também os isentos de amianto. Outro ponto importante é verificar se a camada superior é resistente à sujeira, pois isso garante um ambiente limpo e higiênico. Para se evitar quedas, confira se o piso é antiderrapante. Piso vinílico cozinha deve ser resistente a várias substâncias, inclusive alguns agentes químicos que devem ser removidos imediatamente. Para quartos de crianças, existe uma variedade de desenhos e formatos que remetem a brincadeiras e fantasias.

Fonte

Deixe um comentário

Novidades – Ecológico e resistente

Composto de matérias-primas naturais, como óleo de linhaça, farinha de madeira, pedra de cal, juta, resina e pigmentos orgânicos, o Marmoleum, da suíça Forbo Flooring, é uma opção sustentável para pisos internos. Seu acabamento Topshiel 2 aumenta a resistência aos riscos, desgastes e manchas, enquanto o tratamento contra os raios UV ajuda a selar o produto.

Ele também está protegido da proliferação de bactérias e fungos. A instalação em superfícies planas e lisas é feita com cola. Para a limpeza, basta usar pano úmido e detergente neutro. Vem em mantas e dispõe de 150 cores, entre elas, fresco blue, tan pink e sahara (foto). O m² instalado custa em média R$ 80.

Fonte: Revista Arquitetura & Construção – Novembro 2012

Deixe um comentário

Construsul 2012

Porto Alegre sediará a 15ª Feira Internacional da Construção

01 a 04 de Agosto de 2012

14 às 21h – FIERGS – Porto Alegre-RS

A Feira

A CONSTRUSUL vem há 15 anos realizando o maior encontro da construção civil da Região Sul, onde se reúnem a indústria, o varejo, compradores, entidades setoriais, representantes de governo e a imprensa. Todos, com a proposta de sinalizar o desenvolvimentodo setor. A CONSTRUSUL recebe hoje as maiores empresas do segmento, mostrando além de sua credibilidade, o elevado grau de desenvolvimento que atingiu, sendo apontada como uma das primeiras feiras no ranking do setor no Brasil e a maior da Região Sul.  Tornou-se mais do que um evento local, pois, além de contar com expositores internacionais, tem tido um considerável número de visitantes e compradores de outros Estados e do Mercosul, interessados nos produtos e na tecnologia que expõe.  A feira tornou-se o mais importante evento do setor habitacional na Região Sul sendo uma excelente vitrine para quem deseja prospectar bons negócios.

Fonte: http://www.feiraconstrusul.com.br/construsul/

Deixe um comentário

Cobogós fashion: cores, modelos e novos usos do elemento vazado

Assim como a moda resgata memórias para lançar tendências, os arquitetos também se valem de ícones do passado para atualizar nossa casa. Confira aqui a volta dos elementos vazados, em releituras supercontemporâneas.

As tramas vazadas de madeira, chamadas de muxarabiês pela arquitetura moura, levaram três engenheiros brasileiros a criar uma peça com a função semelhante de dar privacidade ao interior das casas, sem comprometer a luminosidade nem a visão do mundo exterior. Batizada com o nome de cobogó, resultado da soma das iniciais do sobrenome dos inventores (Coimbra, Boeckmann e Góis), a peça começou a ser produzida com cimento. Aos poucos, no entanto, esses elementos vazados deixaram de embelezar as fachadas e migraram para espaços menos nobres, quando passaram a ser usados como divisórias de áreas de serviço, perdendo todo o glamour inicial. A versatilidade na aplicação também ajuda a difundir o cobogó, uma vez que ele pode vedar uma fachada inteira ou um pequeno vão na parede, e sua instalação é relativamente simples. Mas requer cuidados: “Como o elemento vazado é mais frágil que o tijolo, deve ser assentada uma fiada de cada vez, com intervalo para secagem. É aconselhável colocar uma barra de metal a cada duas fileiras para estruturar o painel”, ensina Fernando Teixeira da Silva, da São Francisco Pré-Moldados, de São Paulo. A argamassa para assentamento é comum, e recomenda-se uma junta de cerca de 3 cm entre as peças para melhor sustentação.

Painel de cobogós na fachada da Lanchonete da Cidade, em São Paulo.

 

As peças de cimento, fabricadas pela Neo-Rex, formam um painel de 5 x 6 m na Marcenaria Baraúna, em São Paulo.

 

1. Feito de cimento, o modelo Veneziana (30 x 30 x 7 cm), da Facital, pesa 7 kg e pode receber diversos tipos de pintura. Custa R$ 4,60 cada um.2. Uma flor vazada figura na peça de cimento da São Francisco Pré-Moldados (40 x 40 x 6 cm). Para um acabamento natural, use apenas resina impermeabilizante. Vale R$ 18 a unidade, na Mosaicor.3. Flor é o nome deste cobogó (18 x 18 x 8 cm) fabricado pela Cerâmica Martins. De porcelana esmaltada, cada peça sai por R$ 12.

 

1. De cerâmica esmaltada, esta peça (18 x 18 x 7 cm) está disponível em cinco cores, além do azul-céu. Na Telhanorte, R$ 9,10 cada uma.2. O modelo Flor, de cerâmica (18 x 18 x 7 cm), pode ser assentado com argamassa comum. À venda na Leroy Merlin, sai por R$ 1,59 a unidade.3. Criação do arquiteto Felipe Protti, este cobogó (22 x 22 x 9,5 cm) é feito de alumínio fundido. As peças têm encaixe do tipo fêmea e devem ser coladas em barras do mesmo material. R$ 440 cada uma, na Dbox.

Fonte: casa.com.br – por Deborah Apsan, Juliana Sidsamer e Lucila Vigneron Villaça Fotos: Eduardo Pozella (cobogós) e Victor Affaro

Deixe um comentário

Quais os tipos de tintas para obras e reformas?

Quais os tipos de tintas para obras e reformas?

Dentre as muitas opções de produtos disponíveis no mercado para reforma ou construção é difícil definir qual melhor se enquadra de acordo com o desejo ou expectativa de resultados. Primeiro é necessário definirmos quais mudanças serão feitas e depois quais materiais serão utilizados. Verifique as referências e entenda melhor sobre, o que é, como funciona, aplicação, utilização, duração, custo, rentabilidade, enfim tudo o que for possível, para conseguir diferenciar e  optar. A tinta, por exemplo, é um item muito complexo, pois há muitas opções e cada uma delas possui uma indicação para aplicação e uso.

Tinta é a preparação, geralmente na forma liquida, utilizada para revestimento, proteção e decoração. Quando na preparação não há pigmentos ela é chamada de verniz. A tinta é basicamente composta por resina, pigmento, aditivos e solvente.
São os tipos: Tinta acrílica, tinta epóxi, tinta PVA, tinta emborrachada, tinta esmalte, tinta óleo e vernizes. Abaixo algumas dicas sobre:

O que é tinta acrílica?
É uma tinta sintética composta por resina acrílica proveniente de matérias primas obtidas da destilação do petróleo e derivada do ácido acrílico. É solúvel em água, de fácil aplicação e possui secagem rápida. Pode ser utilizada interna ou externamente. É durável e resistente por isso seu uso é recomendado principalmente para aplicação em exteriores. Possui odor suave e é fácil de limpar. Pode ser aplicada em várias superfícies como reboco, concreto, fibrocimento, massa acrílica, alvenaria, gesso, telhas e texturas. É encontrada nos acabamentos fosco,metálico e semi brilho.

O que é tinta Epóxi?
É uma tinta de alta resistência  á base de resina epóxi,  fornecida em dois componentes e dispersa em solvente. Possui alto brilho, grande aderência, durabilidade, resistente á umidade e a produtos químicos. Usada para proteção e acabamento. É importante ressaltar que mesmo sendo resistente e de função protetora a tinta epóxi não combate a umidade proveniente do solo, nem funciona como impermeabilizante.  A sua aplicação é indicada  para uso industrial em pintura de tanques, tubulações e estruturas em ambientes agressivo em geral. Proporciona uma película vitrificada, não-tóxica por isso é usada também em residências, hospitais, construções civis em geral. Pode ser aplicada nas paredes, no teto, estruturas de concreto, estruturas metálicas, pisos e azulejos. Pode ser encontrada nos acabamentos, acetinado, fosco e brilhante.

O que é tinta PVA?
É uma tinta á base de acetato de polivinila (PVA) e água. Não é lavável. Tem características parecidas com a tinta acrílica porém é somente recomendada para uso de interiores por não ser resistente ao sol ou chuva. De fácil aplicação, secagem rápida, baixo odor e acabamento fosco.Pode ser utilizada para dar acabamento em móveis, artesanatos, reboco, gesso e somente para interiores. Seu custo-beneficio é bom relativo á sua durabilidade.

O que é tinta emborrachada?
É uma tinta acrílica elástica composta de resina acrílica, pigmentos inorgânicos e/ou orgânicos, cargas minerais inertes, aditivos químicos, espessantes, agentes de conservação e coalescentes. Sua aplicação forma uma película impermeável flexível que acompanha as imperfeições da superfície e impede a infiltração da umidade. Possui excelente aderência. Resistente ao sol excessivo, chuva, maresia, alcalinidade, por isso é indicada principalmente para paredes externas e telhados. Pode ser diretamente aplicada nas superfícies de fibrocimento, barro, gesso, concreto, zinco, alumínio e galvanizado com a propriedade de redução térmica e acústica do ambiente que está sob sua cobertura. De fácil aplicação e acabamento fosco.

O que é tinta esmalte?
É uma tinta á base de resinas sintéticas e polímeros. Possui ótimo acabamento, aderência e rendimento. Tem função decorativa e proteção quanto ao desgaste e resiste bem a luz. Geralmente aplicada em grades, janelas, batentes, portas, portões, chapas e mesas. Indicada para superfícies de madeira, metal, porcelanas, gesso, também usada em patinas e artesanatos. O diferencial desta tinta está em seu acabamento brilhante que proporciona a área aplicada aparência de pintura nova por tempo prolongado mas também é encontrada em acabamento fosco. A secagem desta tinta é lenta e tem forte odor.

O que é tinta óleo?
É uma tinta composta de resina alquídica à base de óleo vegetal. É indicada para superfície interna de madeira, metal e alvenaria, ferro, aço carbono, alumínio e galvanizados. É um produto flexível de fácil aplicação, boa aderência e ótimo brilho. Possui boa resistência a diversos climas e a luz.

O que é verniz?
O verniz é uma dispersão sem pigmento, quando aplicado forma uma película protetora que dá brilho e acentua a textura da superfície que o recebe. Composto de resinas, óleo secante, solventes e aditivos, o que o difere da tinta é a não utilização de pigmento. Usado como revestimento protetor ou decorativo. É pouco resistente á luz, porém são muitos os tipos e funções de vernizes disponíveis atualmente, cada um com aplicações específicas, que se diferenciam pelo tipo de madeira, aplicação e local, em ambientes externos, por exemplo, existem vernizes com filtro solar que auxilia na durabilidade do produto e são indicados unicamente para portas de passagem e área externa. Entre as opções estão:verniz tingidor, verniz tradicional marítimo, verniz automotivo, verniz acrílico á base d’água e verniz epóxi, cada um indicado para tipos e superfícies diferentes.

Fonte: clickobra.com

Deixe um comentário

Tinta anti mofo para paredes e tetos

Segue post bastante interessante sobre como acabar com o mofo! É do site comopintar.com.br, lá tem várias dicas de pintura para diversos materiais diferentes!

Sempre sou questionado sobre tinta anti mofo ou como remover mofo de paredes e tetos.

As perguntas que recebo com freqüência são estas:

  • Como tirar mofo das paredes?
  • Como acabar com mofo?
  • Qual tinta ou produto anti mofo para paredes?
E outras relacionadas a esse tipo de problema.
Pensando nisso resolvi criar este artigo com informações sobre tinta anti mofo e como acabar com mofo nas paredes.

Tinta Anti MofoAmigo leitor você sabe porque o mofo se prolifera nos ambientes internos como paredes e móveis?
Re: O mofo pode se proliferar pelos seguintes motivos.

– Ambientes com muita umidade.
– O apartamento ou casa  só fica fechado e sem ventilação.
– Pancadas de chuvas nas paredes externas e infiltração.
– Umidade e friagem vinda do solo e outros.

O pior de tudo é que o mofo causa; doenças alérgicas, odor, mau cheiro, despesas com remédios e médicos.

SOLUÇÃO DE COMO TIRAR MOFO DAS PAREDES

Normalmente sigo o seguinte procedimento; para acabar com mofo quando sou contratado por meus clientes.

PROCEDIMENTO

1º Passo: Com uma espátula e lixa, removo as partes mofadas e com fungos.

2º Passo:  Faço uma mistura de três partes de água potável e uma de água sanitária/cloro e enxaguo bem o local onde tem mofo.

3º Passo: Aplico selador acrílico de paredes sobre toda parede e deixo secar corretamente.

4º Passo: Aplico três demão de tinta anti mofo, porém, obedecendo o intervalo de secagem entre uma demão e outra de tinta.

MARCAS DE TINTA ANTI MOFO

Marca: Nome da tinta:
Anjo Tinta Acrílica Premium
Anjo Tinta Emborrachada
Coral Chega de Mofo
Coral Sol & Chuva
Dacar Tinta Acrílico Premium
Tintas Eucatex Acrílico Marítimo Super Premium
Tintas Eucatex Impermeabilizante Parede
Hidracor Hidralatex Tinta Acrílica Profissional
Hydronorth Tinta Impermeabilizante Paredes e Muros
Lukscolor Tintas Acrílico Premium Plus Lukscolor
Lukscolor Tintas Látex Premium Plus Lukscolor
Tintas Renner Rekolor Acrílico Praia e Campo
Tintas Renner Tinta Acrílica Emborrachada
Resicolor Tintas Acrilatex Super Cobertura/Bases
Sherwin Williams Metalatex Litoral Sem Cheiro
Sherwin Williams Metalatex Bacterkill Banheiros e Cozinhas
Suvinil Acrílico AntiBactéria
Suvinil Acrílico Contra Mofo & Maresia
Suvinil Suvinil Acrílico Contra Microfissuras
Universo Tintas Acrílico Premium Universo
Tintas Verbras Vercryl Acrílico Toque Suave Premium
DICA LEGAL

Amigo leitor, não adianta comprar tinta anti mofo ou produto especial contra fungos, bolor e mofo, se não mantermos a casa limpa e bem arejada.

Enfim, é fundamental deixar o ambiente bem arejado para evitar a criação de mofo.

Fonte: comopintar.com.br

Deixe um comentário